Paulistinha



















Nome vulgar: Paulistinha
Nome científico: Brachydanio rerio (Hamilton-Buchanan)
Origem: Bengala
Temperatura ideal: 21° a 32°
Tamanho: 5 cm
Descrição: O dorso é verde-oliva e os flancos ornados com listas horizontais azuis e amarelas, que vão do opérculo até ao fim da nadadeira caudal e se repetem na nadadeira anal. O ventre é amarelo-claro. As outras nadadeiras são transparentes.
Hábitos e reprodução: Rústico por excelência, extremamente resistente a diferenças de temperatura, alimentação e espaço, tornou-se o peixe ideal para o aquarista principiante. São muito ágeis, nunca se vêm quietos e por isso alegram muito qualquer aquário povoado com peixes mais vagarosos. São fáceis de procriar bastando ter o cuidado de evitar que os pais comam os ovos. Como a desova é feita em grandes correrias pelo aquário, convem ter a água bem baixa, para evitar que os ovos sejam devorados antes de chegar ao fundo. Este pode ser constituído por areia grossa ou até por bolas de vidro, para que os ovos desçam por entre elas. Depois da desova retiram-se os pais, nascendo os filhotes dentro de quarenta e oito horas.

Marcadores: , ,

1 comentários:

  1. Anônimo disse...:

    São peixes maravilhosos. Tenho um cardume lindo e adoro ver o nado sincronizado.

Postar um comentário