Guppy ou Lebiste?

Por serem coloridos Por serem coloridos, Resistentes e prolíferos esta espécie de peixe pode ser uma boa opção para quem está iniciando no aquarismo. Até há pouco tempo estes belíssimos peixinhos eram chamados de Lebiste reticulatus.
O nome científico Poecilia reticulatus foi dado por Wilhem Peters, em 1859. São encontrados no continente americano, mas vistos no mundo inteiro devido a sua facilidade de reprodução.

O guppy 

Como já foi dito, o guppy é originário da América Central e norte da América do Sul. No Brasil, pode ser encontrado na forma selvagem. Esta espécie aceita rações industrializadas, tornando fácil sua alimentação. O macho é menor e o período de gestação das fêmeas varia de 20 a 30 dias.
Lebiste

Os iniciantes em aquariofilia devem saber que a qualidade da água é fator essencial para a adaptação e reprodução do guppy. O sucesso da criação vai depender do parâmetro da água que deve ter pH 7,0 a 7,5, DH por volta de 6 e temperatura entre 24 a 28º C

Caudas

A genética desta espécie ainda é um assunto de destaque e ganha a atenção de piscicultores e cientistas. Estudiosos continuam pesquisando os genes do guppy a fim de descobrir porque ele tem a cauda em delta ou triangular. As curiosidades em torno deste animal são muitas, mas sua beleza ainda é um dos fatores que mais chamam a atenção dos aquariofilistas de todo o mundo.
Conheça um pouco mais sobre o guppy. O macho mede 3 cm e a fêmea 6 cm. Reprodução vivíparo, ou seja, animal que pare seus filhotes, pois são incubados no corpo da mãe. São onívoros porque comem de tudo, desde alimentos de origem vegetal como animal. As rações indicadas são alconGuppy e alconColours. São pacíficos e devem ser mantidos com peixes pequenos e também pacíficos. O tamanho do aquário é médio com plantas, a água alcalina com um pouco de sal (7,0 a 7,5) e temperatura entre 24 a 28º C. 

Fonte: http://www.labcon.com.br/jornal_alcon/n001/index.html, Acesso em 20/05/11 as 1822

Marcadores: ,

0 comentários:

Postar um comentário